PREÇO DE ENERGIA SOLAR, VALE O INVESTIMENTO?

PREÇO DE ENERGIA SOLAR, VALE O INVESTIMENTO?

Tudo é questão de investimento, e com a Energia não é diferente. Além do preço de energia solar, precisamos analisar quais os materiais estamos comprando, o prazo de garantia dos produtos, a potência do inversor, a potência fornecida pelos painéis, a seriedade e o comprometimento da empresa que faz a venda e a instalação dos módulos. Parafraseando Warren Buffet, um dos maiores investidores de todos os tempos:

“Não gosto de comprar coisas baratas. Gosto de comprar coisas boas quando estão baratas”

OUVI QUE O PREÇO DE ENERGIA SOLAR ESTÁ CAINDO BASTANTE, VALE A PENA ESPERAR PARA INSTALAR?

Não. Isso porque o valor pago pela energia elétrica nos últimos 17 anos aumentou a uma taxa média de 15% ao ano. A imagem abaixo compara a valorização sofrida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), Poupança, Crédito de Depósito Interbancário (CDI) e Energia elétrica. 

Variação dos preços de IPCA, Energia, CDI e Poupança nos últimos 17 anos. Fonte: Própria

O aumento da Tarifa de Energia é maior que o rendimento do CDI, com taxas superiores a muitos investimentos disponíveis no mercado. Os preços de Geradores de Energia Solar vem diminuindo a uma taxa de 10% ao ano, conforme estudo do mercado publicado pela Greener.

Vamos pensar em um exemplo prático:

Simulação de investimento hoje em energia solar ou esperando um ano. Fonte: Própria

Como podemos ver na figura acima, para cada ano que esperados, estamos deixando de ganhar R$2.695,50. Logo, não vale a pena esperar os preços baixarem mais.

Além disso, qualquer tecnologia depois que reduz muito seu preço, se reinventa como pretexto para elevar novamente seu valor. Foi assim com as TV’s de Led. No início elas eram muito caras. Quando seu preço baixou, surgiu a Smart TV, com novas funcionalidades e novamente, muito cara. E esse ciclo sempre se repete com qualquer nova tecnologia e com a Energia Solar não é diferente. Conforme a tecnologia avança os preços aumentam e diminuem, não se manterão constantemente baixando 10% ao ano.

PREÇO MÉDIO DE ENERGIA SOLAR DO MERCADO

O tamanho do projeto depende diretamente do consumo atual e da projeção de consumo futuro. Esse aumento de demanda futura deve ser levado em conta para dimensionar adequadamente o sistema de geração. Um estudo da Greener pesquisou diversas empresas que trabalham com Energia Solar para levantar a média do preço de energia solar que vem sendo praticado no Brasil, conforme ilustrado na imagem abaixo:

Preço de Energia Solar para Diferentes Tamanhos. Fonte: Greener

Por exemplo: Uma ou mais residências com consumo mensal de:

R$200,00 – Sistema de 2 kWp – Preço médio: R$ 12.980,00

R$400,00 – Sistema de 4 kWp – Preço médio: R$ 20.920,00

R$800,00 – Sistema de 8 kWp – Preço médio: R$ 37.760,00

Estudo de Caso 1: Residência do Neodir – Sistema de Geração

Neodir mora no Rio Grande do Sul e resolveu se livrar dos aumentos na conta de luz. Atualmente ele gasta cerca de R$150,00 porém pretende instalar mais uma torneira elétrica e um ar condicionado no futuro, aumentando facilmente seu consumo para R$200,00. A potência dos painéis fotovoltaicos calculado foi de 2 kWp, com um inversor de 1,5 kW, permitindo a futura expansão da potência dos módulos para 2,25 kWp. Para fornecer a potência calculada foram instalados 6 painéis de 335 W.

O cliente está enquadrado no Grupo B e tem um custo de disponibilidade de 30 kWh. Atualmente o preço do kWh no RS é de R$0,87 (sendo TE = R$0,41 e TUSD = R$0,46).

  • Custo de disponibilidade: 30 kWh x R$0,87 = R$ 26,10
  • Consumo noturno (banho, lâmpadas e geladeira): 50 kWh x R$0,46 x 0,3  = R$6,90 (paga somente o ICMS sobre o TUSD porque tem isenção de PIS e COFINS para geração própria)
  • Consumo mensal após a instalação: R$33,00 e a economia anual de R$2.004,00

Neodir vai pagar seu sistema a vista. Considerando-se o preço de mercado para um sistema de 2kWp (R$12.980,00), e sem considerar os aumentos de energia elétrica, o investimento vai se pagar em:

  • Tempo de Retorno: 6,4 anos (Sem inflação energética)
  • Tempo de Retorno: 5,8 anos (Com inflação energética de 15%)

Estudo de Caso 2: Mercado Capra – Sistema de Geração

O Mercado Capra fica no Rio Grande do Sul e decidiu se livrar dos aumentos e aumentar seu lucro após a quitação do sistema. Atualmente ele gasta cerca de R$3000,00 e além disso vai abater o consumo de uma residência, de cerca de R$200,00 por mês. A potência dos painéis fotovoltaicos calculado foi de 33,5 kWp, com um inversor de 25 kW, permitindo a futura expansão da potência dos módulos para 37,5 kWp. Para fornecer a potência calculada foram instalados 100 painéis de 335 W.

O mercado e a residência estão enquadrados no Grupo B e tem um custo de disponibilidade de 100 kWh e 30 kWh respectivamente. Atualmente o preço do kWh no RS é de R$0,87 (sendo TE = R$0,41 e TUSD = R$0,46).

  • Custo de disponibilidade: 130 kWh x R$0,87 = R$ 113,10
  • Consumo noturno (câmara fria, freezer e geladeira): 1500 kWh x R$0,46 x 0,3 = R$207,00
  • Consumo noturno (banho, lâmpadas e geladeira): 50 kWh x R$0,46 x 0,3 = R$6,90
  • Consumo mensal após a instalação: R$327,00 e a economia anual de R$34.476,00

O mercado vai pagar seu sistema com financiamento de 0,9% a.m. Considerando-se o preço de mercado para um sistema de 33,5kWp (R$134.670,00) e que o cliente vai financiar em 36 meses, o valor da parcela e o total pago serão:

  • Tempo de retorno: 3,9 anos (Pagando a vista – sem inflação da energia)
  • Tempo de retorno: 3,7 anos (Pagando a vista – com inflação da energia de 15% a.a)

O cliente optou por financiar em 36 meses, o valor da parcela e o total pago serão:

  • Valor pago: 158.262,00 (36 parcelas de 4.396,00)
  • Tempo de retorno: 4,5 anos (com inflação energética de 15% a.a)
  • Valor do juros: R$23.592,00 (Pagando a vista ou em 10x sem juros nosso investimento reduziria cerca de 6 meses)

Estudo de Caso 3: Escola Branca – Mudança de tarifação

A Escola Branca está enquadrada na tarifação Horo-Sazonal Azul, subgrupo A4 e vamos simular sua mudança para a tarifação Horo-Sazonal Verde.

Na tarifação Azul, temos duas parcelas a serem pagas:

Demanda: Temos quatro demandas contratadas diferentes. Ponta (período úmido), Ponta (período seco), Fora da Ponta (período úmido) e Fora da Ponta (período seco). Além disso temos dois valores diferentes de kW (Ponta e Fora de Ponta) e também dois valores diferentes de Ultrapassagem de demanda na Ponta e Fora da Ponta. A lateral esquerda da figura abaixo Ilustra os valores e os consumos da escola.

Consumo: Temos quatro valores diferentes de kWh. Ponta (período úmido), Ponta (período seco), Fora da Ponta (período úmido) e Fora da Ponta (período seco). A coluna da direita na figura abaixo ilustra os valores pagos.

Fonte: Própria

O valor anual total gasto com energia elétrica pela escola é de R$596.780,37.

Na tarifação Verde, também temos duas parcelas a serem pagas:

Demanda: Temos duas demandas contratadas diferentes. Período úmido e Período seco. Além disso temos um valor de kW e um valor de Ultrapassagem de demanda. Além da quantidade de valores, a demanda da tarifação verde sempre registra a máxima demanda lida, logo, se todos os equipamentos da escola ficarem ligados junto por 15 minutos, será como se estivessem ligados o dia todo. A lateral esquerda da figura abaixo Ilustra os valores e os consumos da escola depois desse novo reenquadramento.

Consumo: Temos quatro valores diferentes de kWh. Ponta (período úmido), Ponta (período seco), Fora da Ponta (período úmido) e Fora da Ponta (período seco). A coluna da direita na figura abaixo ilustra os valores pagos.

Fonte: Própria

O total que seria pago pela escola se estivesse enquadrada na tarifação Verde seria de R$ 577.432,55, o que representaria uma economia de R$19347,82.

Agora que você já sabe como economizar com energia solar, em qual grupo você se encaixa (A ou B), quais as formas de pagamento e viu exemplos reais de investimento, que tal dar o próximo passo e receber um orçamento de energia solar?

Entre em contato conosco, é um prazer servi-lo.

1 comentário em “PREÇO DE ENERGIA SOLAR, VALE O INVESTIMENTO?”

Deixe um comentário