Brasil Dobra sua Capacidade de Geração Distribuída de Energia Solar em Apenas 6 Meses

Brasil Dobra sua Capacidade de Geração Distribuída de Energia Solar em Apenas 6 Meses


O Brasil acaba de passar a marca de 1 gigawatt de potência instalada em sistemas de mini e micro geração distribuída de energia solar.


Para o país, isso significa uma redução de gastos com energia elétrica, atração de investimentos, geração de empregos locais de qualidade, redução dos impactos ao meio ambiente, menores perdas de energia nas redes de distribuição, alívio no sistema elétrico nos horários de pico, dentre outras inúmeras vantagens.

Fonte: Ciclo Vivo

O crescimento da geração distribuída de energia solar segue em crescimento exponencial. No ano passado, em janeiro de 2018, haviam 21 mil sistemas fotovoltaicos instalados em residências, comércios, indústrias, prédios públicos e propriedades rurais. Hoje, em agosto de 2019, existem mais de 98 mil unidades instaladas. O número de unidades que recebem créditos gerados pela geração distribuída de energia solar já alcança mais de 123 mil em todo o Brasil.

Um crescimento de mais de 465% em apenas um ano e meio!

A energia solar é responsável por uma potência instalada de energia distribuída de 1,047 GW. Somando as demais fontes de geração de energia distribuída (EOL – eólica, CGH – Central Geradora Hidrelétrica e UTE – Central Geradora Termelétrica) são mais de 1,19 GW de energia.

Fonte: ANEEL acesso em 10/08/2019

Em números de sistemas instalados, os sistemas residenciais estão no topo da lista com 73,8% do total. Depois aparecem o setor de comércio e serviços com 17,3% e consumidores rurais com 5,5%.

Por quantidade de potência instalada o setor de comércio e serviços lidera com 41,6% da potência instalada. Seguido pelos consumidores residenciais 36%, indústrias 10,4% e consumidores rurais com 9,8%.

Fonte: Ciclo Vivo

Ainda, segundo levantamento da ABSOLAR, 1 megawatt de energia solar é adicionado no Brasil a cada 24 horas, o que seriam suficientes para abastecer 500 residências médias brasileiras. De acordo com levantamento da entidade, a geração distribuída de energia solar mais que dobrou de janeiro a julho de 2019 em comparação ao histórico instalado no país anteriormente. Os investimentos acumulados na geração distribuída solar fotovoltaica já somam mais de R$ 5,2 bilhões desde 2012.

Você não vai ficar de fora dessa mudança não é? Entre em contato e peça já seu orçamento.

Notícias relacionadas:

Deixe um comentário