As últimas do setor de drone e avião elétrico

As últimas do setor de drone e avião elétrico

Confira as novidades do setor de drone e avião elétrico no Brasil e no Mundo.

Flyer: o ‘drone para humanos’ que qualquer pessoa pode pilota

Uma empresa de tecnologia sediada na Califórnia e financiada pelo fundador do Google, Larry Page, construiu o Flyer, um “drone para humanos” que acomoda um passageiro e usa dez propulsores movidos a bateria para voar até 3 metros acima da água.

Lançadas pela Embraer as novas imagens do Avião Elétrico da WEG

A Embraer revelou hoje, às vésperas do seu aniversário de 50 anos, as primeiras imagens do avião demonstrador de tecnologia de propulsão 100% elétrica, que está em desenvolvimento em parceria com a WEG. O motor e inversor da aeronave estão sendo fabricados pela WEG, na sede da empresa em Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, como parte do acordo de cooperação científica e tecnológica para desenvolvimento em conjunto de tecnologias de eletrificação. O novo avião elétrico da Embraer ainda não é considerado um futuro modelo de série da fabricante brasileira. Neste momento, o avião é tratado apenas como um demonstrador da nova tecnologia. No entanto, o novo avião elétrico pode ser fundamental para o avanço do projeto dos táxis voadores que a Embraer desenvolve em parceria com a Uber. 

Fabricante francês de drone movido a energia solar apresenta seu novo modelo para agricultura

O drone SB4 Phoenix criado pela empresa francesa Sunbirds oferece um tempo de vôo de até 8 horas e um alcance de 400 milhas. Ele carrega uma câmera padrão Sony RX100, que tem uma amostra de amostragem de solo (GSD) de 1 cm por pixel. Com base em um tempo de voo de oito horas, isso significa uma cobertura de 2.000 hectares a 150 metros acima do nível do solo.

Avião Chines movido a energia solar faz seu primeiro voo

Uma fabricante de aviões elétricos chines concluiu seu primeiro voo com o modelo MOZI 2, movido a energia solar. O avião tem uma envergadura de 15 metros. Podendo voar em uma altitude de até 8 mil metros e navegar em baixa velocidade por até 12 horas durante a noite. Ele deve ser usado futuramente em desastres e também contribuir em missões de reconhecimento.

O Futuro da Aviação

O primeiro avião comercial totalmente elétrico do mundo foi inaugurado em Paris em junho de 2019. A aeronave é chamada de Alice e transporta nove passageiros por até 1.040 km a 3.000 metros de altitude a 440 km/h com uma única bateria carregada. Espera-se que entre em serviço em 2022. Os custos com combustíveis fósseis de pequenas aeronaves são de cerca de US $ 400 por 100 milhas. Para Alice, os custos previstos são de apenas US $ 8 para a mesma distância, e se a eletricidade for proveniente de energia renovável – talvez gerada por painéis solares no aeroporto – o avião pode ter zero carbono.

Startup alemã inaugura primeiro táxi aéreo para uso comercial

A startup alemã Volocopter acaba de dar mais um passo rumo à concretização do serviço de táxi aéreo sob demanda. O VoloCity é o quarto veículo eVTOL (veículo voador elétrico para uso urbano) criado pela startup, Ele possui 18 rotores com um alcance 35 km e alcança a velocidade máxima de 70 km/h. Outras três unidades produzidas foram utilizadas para testes e demonstrações.

Recomendadas para você:

Deixe um comentário