As últimas do setor de carros elétricos

As últimas do setor de carros elétricos

Confira as novidades do setor de carros elétricos no Brasil e no Mundo.

Nissan começa a venda do elétrico Leaf no Brasil

Depois de aparecer para o público no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018, o Nissan Leaf de nova geração começa a ser vendidos em concessionárias selecionadas da marca em versão única por R$ 195.000. O modelo será oferecido em sete concessionárias da marca em cidades como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC) e Brasília (DF). Com o motor 100% elétrico sobre o capô, o novo Nissa Leaf é capaz de entregar 149 cv de potência e 32,6 kgfm de torque. A autonomia declarada é de 240 km. Alimentando o motor está um conjunto de baterias sob o assoalho capaz de prover 40 kWh. O câmbio é automático de velocidade única e ré.

Tesla revelou seu Modelo Y um SUV elétrico de US$ 39 000

Existem quatro versões do Model Y. O “Long Range” tem bateria para dirigir até 480 km com uma só carga. Ele chega a 209 km/h e vai de zero a 100 km/h em 5,5 segundos. Este modelo custará a partir de US$ 47 mil. O “Dual Motor AWD” possui dois motores e tração nas quatro rodas; ele tem alcance de 450 km e preço a partir de US$ 51 mil. O modelo “Performance” vai de zero a 100 km/h em apenas 3,5 segundos, e atinge velocidade máxima de 240 km/h; ele sairá por US$ 60 mil. Todos eles serão vendidos a partir de 2020. Por fim, há o modelo “Standard Range” mais acessível: ele custará US$ 39 mil, terá alcance de até 370 km com uma só carga, e poderá acomodar até sete pessoas. A Tesla só vai lançá-lo em 2021.

Toyota testa carro híbrido com painéis solares

A nova versão do Toyota Prius ganhou uma camada super fina de painéis fotovoltaicos no teto, no capô e no porta malas. A nova versão produz 860 Watts de potência. O modelo pode ser carregado enquanto o veículo está parado ou em movimento.

Carro elétrico brasileiro roda 200 km com apenas R$ 8,00 de energia

A nova empresa brasileira Gaia Electric Motors anunciou a intenção de comercializar um veículo elétrico que tem autonomia de 200 km. Ele custará até 60 mil reais e sua recarga total consumirá cerca de R$ 8,00 da tarifa de energia elétrica. O carro é 20 vezes mais eficiente que um carro a gasolina. O veículo elétrico é equipado com dois motores elétricos somando 68 cavalos de potências, podendo alcançar uma velocidade de até 130 km/h.

Prefeitura de Curitiba e Renault farão parceria de carros elétricos

A intenção é viabilizar uma rede de car sharing (aluguel de carros compartilhados) elétricos na cidade. A contratação do serviço se dá por um aplicativo de celular. O usuário utiliza o veículo pelo tempo necessário e depois devolve. É possível retirar o veículo em uma área da cidade e depois devolver em outra. Para as cidades, o principal benefício é a diminuição na frota de veículos particulares rodando nas vias. Uma estimativa da montadora é que a cada carro elétrico compartilhado é possível evitar o lançamento de 15 toneladas de CO2, o que equivale à poluição gerada por nove carros a combustão por ano.

Empresa lança carros elétricos compartilhados em São Paulo

O grupo Beepbeep Mobilidade estreou seu serviço de carros elétricos em São Paulo no último dia 30 de julho. Serão, inicialmente 10 veículos da marca Renault. A empresa espera expandir a operação para 60 pontos, com a meta de 300 carros até o fina de 2020. O sistema funcionará com uma taxa inicial de R$ 4,90 e acréscimo de R$ 0,60 por minuto rodado. 

Bosch e Daimler têm aprovação para estacionamento autônomo sem supervisão humana

A Daimler (dona da Mercedes-Benz) e a Bosch conseguiram aprovação para um estacionamento autônomo na Alemanha. A tecnologia é acessada por um aplicativo de celular e não requer um motorista para manobras. O resultado é um conceito abrangente de segurança com critérios apropriados de teste e aprovação que podem ser aplicados além deste projeto piloto.

Empresa brasileira desenvolve um dispositivo que transforma seu veículo em um “carro inteligente”

O objetivo do produto é trazer a internet das coisas para o setor automotivo. Isso é feito por meio de um sensor, que é conectado na porta de conectividade do carro. Este sensor consegue captar informações da “saúde” do carro, como condições de peças e ritmo de consumo de combustível. Todos esses dados são usados para identificar problemas mecânicos no carro e até mesmo antecipar possíveis falhas. Essas informações são exibidas diretamente no smartphone do usuário.

Nova geração de baterias de estado sólido fornecerá 100 milhões de carros elétricos

A bateria de veículo elétrico vai precisar de uma carga mais segura, mais barata e mais rápida.  As baterias de silício dominante provavelmente permitiriam densidades de energia de até 400 Wh/kg até 2025. Como resultado, a maioria dos veículos que utilizem esta tecnologia provavelmente terá potências de carga de 300 kW+.

Carros elétricos e autônomos iniciam operação em Nova York

O serviço, consiste em meia dúzia de veículos elétricos de seis lugares operando dentro de um espaço industrial cercado de 300 acres. O serviço funcionará continuamente entre 7:00 e 22:30 durante a semana e será gratuito. A Empresa quer transportar 500 passageiros por dia e mais de 16 mil por mês.

Recomendados para você:

1 comentário em “As últimas do setor de carros elétricos”

Deixe um comentário