A VISTA, A PRAZO OU FINANCIAMENTO DE ENERGIA SOLAR?

A VISTA, A PRAZO OU FINANCIAMENTO DE ENERGIA SOLAR?

A grande maioria dos sistemas solares fotovoltaicos são pagos de 3 formas: a vista, a prazo ou por financiamento de energia solar.

Em primeiro lugar é prudente analisar a sua situação financeira atual. Se você está capitalizado e pode investir em um sistema de geração fotovoltaico, as melhores opções são o pagamento a vista ou em 10 vezes a prazo. O principal benefício dessas modalidades é a inexistência de juros e consequentemente retorno do investimento mais rápido.

Na opção de parcelamento com juros, é melhor que o prazo de pagamento seja o menor possível. Porém, nos casos onde os juros são baixos, como por exemplo no Pronaf Eco (entre 2,5 e 5,5% ao ano) o cliente tem a opção de estender o pagamento por mais tempo, sem que o payback aumente muito. Também existe a opção de adequar a parcela do financiamento ao valor pago atualmente na conta de luz. Essa se torna uma opção muito atrativa para financiamentos onde os juros são baixos e o prazo de retorno não é prioridade.

Existem no mercado diversas instituições que oferecem financiamento de energia solar e uma grande variedade de taxas e juros diferentes. Na maioria dos casos a taxa de juros vai depender do relacionamento que o cliente tem com o banco, a quantidade de patrimônio do cliente, e se o mesmo possui uma renda ou está desempregado. Essas características são usadas para determinar o nível de risco que o banco assume de tomar calote e consequentemente determinam a taxa de juros do financiamento.

O financiamento de energia solar pode ser feito por meio de diversas instituições financeiras. As principais opções e linhas de financiamento específicas são:

Financiamento para Energia Solar – Sicredi

No Sicredi você pode financiar todo o sistema de geração solar, desde a instalação, os painéis, inversores e os sistemas de montagem. O prazo de pagamento é de até 120 meses e as taxas de juros variam de 0,9 a 3% ao mês. O foco do financiamento é para pessoas físicas ou jurídicas que tenham interesse de produzir sua própria energia.

CDC Socioambiental Solar – Santander

No Santander você também pode financiar todo o sistema de geração solar, inclusive com a instalação. O prazo de pagamento é de até 48 meses e os juros cobrados partem de 0,99% ao mês. Para aprovação do financiamento necessita-se de aprovação de crédito.

CDC Energia Fotovoltaica – Bradesco

Essa linha de financiamento do Bradesco é específica para equipamentos de Geração de Energia Solar e também financia até 100% dos custos com produto e instalação. O parcelamento é de até 60 meses, com 90 dias de carência até o primeiro pagamento. As taxas partem de 0,99% a.m. e o crédito está disponível para pessoas físicas e jurídicas. Se você é correntista do Bradesco existe a possibilidade de aquisição dos Geradores em até 10 vezes sem juros.

FNE Sol – Banco Nordeste

No Banco Nordeste você financia todos os itens necessários para a compra e instalação de sistemas de geração fotovoltaico e eólico. O prazo de pagamento é de até 96 meses com prazo de carência de 6 meses. O valor máximo financiado é de 100 mil reais e pode ser concedido para pessoas físicas e jurídicas. As taxas de juros variam de 4,73 a 6,69% ao ano.

Financiamento para Energia Solar – Proger Urbano Empresarial – Banco do Brasil

O empréstimo do BB é realizado com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e financia até 80% do Projeto de Geração Solar. Além disso a empresa pode contar com crédito para fluxo de caixa (até 20% do total financiado), tudo em uma única operação. O prazo de pagamento é de até 72 meses para o financiamento e até 36 meses para capital de giro. Os recursos são destinados a pessoas jurídicas e as taxas de juros variam conforme a relação do cliente com o banco. O tempo de carência é de 12 meses e o valor total a ser financiado deve ser inferior a R$ 1 milhão.

Pronaf Eco – BNDES

O Pronaf Eco possibilita ao produtor rural o financiamento de até R$ 165 mil reais com taxa de juros de 2,5% a.a. Além disso conta com um prazo de até 120 meses e um tempo de carência de 60 meses. O financiamento pode ser acessado por pequenos produtores que possuem a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), exceto os que compõem os grupos:

A: assentados pelo Programa Nacional de Reforma Agraria (PNRA) ou do Programa Cadastro de terras e Regularização Fundiária (PCRF) ou Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF).

A/C: Mesmos casos do Grupo A porém que ainda não tenham contratado financiamento de custeio, exceto no próprio grupo A/C.

B: Beneficiários cuja renda bruta familiar anual não seja superior a R$23.000,00 e que não contratem trabalho assalariado permanente.

Financiamento FCO Empresarial – Banco do Brasil

Nessa modalidade você pode financiar até 100% dos produtos e instalações a depender do porte e da região em que se encontra a empresa. Os prazos podem chegar a 20 anos, incluindo carência que pode ir de 3 a 60 meses. Também existe a possibilidade de contratação de capital de giro associado ao investimento. A taxa de juros para empresas varia de 6,75 a 10% a.a. e para produtores rurais de 5 a 8,5% a.a.. É direcionado aos produtores rurais, pessoa física ou jurídica, assim como cooperativas e associações com atividade rural.

Banco Nacional de Desenvolvimento – Finame Energia Renovável – BNDES

Para que os equipamentos possam ser adquiridos por meio dessa linha, eles precisam ter o código FINAME. Nesse caso se pode financiar até 100% de sistemas de geração de energia solar de até 375 kW bem como sua instalação. As pequenas, micro e médias empresas também podem financiar até 30% do valor como capital de giro. A taxa de juros é composta pela soma de três fatores: Custo financeiro (pode ser taxa Selic, TFB ou TLP), a Taxa do BNDES (1,05% a.a) e a Taxa do Agente Financeiro (Negociada com o banco). Os prazos de pagamento são de até 10 anos, com até 2 anos de carência.

Financiamento de Energia Solar – Construcard – Caixa Econômica Federal

Para realizar essa operação o cliente necessita fazer o cartão construcard. A partir daí ele pode fazer a aquisição e instalação dos itens. O prazo para pagamento pode chegar a 240 meses e as taxas de juros variam de 1,40 a 1,85% a.m.. O valor máximo a ser financiado é de R$ 180 mil reais e o prazo de carência é de até 6 meses, durante o período de compra das mercadorias.

CDC Sustentabilidade – Banrisul

Com o Banrisul você pode financiar 100% dos produtos e da instalação dos equipamentos de geração de energia solar. A modalidade é indicada para pessoas físicas ou jurídicas oferecendo até 72 meses para pagar. As taxas variam de 0,9 a 3%, dependendo do relacionamento com o banco.

Como a Energia Solar vem crescendo é comum que novas linhas de financiamento surjam ao longo dos anos. Consulte o seu gestor de conta e analise a taxa de juros que você consegue.

E agora que você já conhece as principais linhas de financiamentos de energia solar oferecidas pelos bancos, que tal conferir alguns casos práticos, para descobrir a média de preço do mercado e em quanto tempo você pagaria o investimento?

Confira no próximo artigo: PREÇO DE ENERGIA SOLAR, VALE O INVESTIMENTO?

4 comentários em “A VISTA, A PRAZO OU FINANCIAMENTO DE ENERGIA SOLAR?”

Deixe um comentário